AGROECOLOGIA EM REDES SÓCIOTÉCNICAS: INOVAÇÃO SOCIAL PARA UM NOVO MODELO DE AGRICULTURA FAMILIAR? - INRAE - Institut national de recherche pour l’agriculture, l’alimentation et l’environnement Access content directly
Conference Papers Year : 2018

AGROECOLOGIA EM REDES SÓCIOTÉCNICAS: INOVAÇÃO SOCIAL PARA UM NOVO MODELO DE AGRICULTURA FAMILIAR?

Embrapa Meio
  • Function : Author
Ambiente / Br
  • Function : Author
Stephane Bellon
Tercia Zavaglia Torres
  • Function : Author

Abstract

O desenvolvimento da agroecologia diz respeito a diferentes atores sociais entre os quais destacamos produtores, cientistas, técnicos do governo, pesquisadores, consumidores e setores interessados da sociedade, governos locais, estaduais e federais etc. Neste sentido, o tema da agroecologia enquanto projeto social para a agricultura contemporânea que visa o respeito ao meio ambiente tende, a contribuir para a discussão das questões agrárias associadas às soluções inovadoras de problemas cruciais ligados ao emprego, a soberania alimentar, a preservação dos agroecosistemas. A agroecologia é fruto de interações e diálogos intensos entre atores sociais que desempenham papel chave para a sua legitimidade social e política, sendo também fruto de experiências práticas de agricultura ecológica. Tais características impulsionaram o seu processo de institucionalização e a construção de políticas públicas. Entretanto, o avanço da agroecologia é marcado por dificuldades que comprometem a disseminação ampla desta importante prática social. Tendo em vista esta realidade o presente artigo tem como objetivo descrever a emergência e o funcionamento da agroecologia em redes sociotécnicas. Concluímos que a dinâmica de funcionamento das redes de agroecologia está se baseiam na abertura à participação da sociedade civil, a criação de interfaces com um conjunto de instituições da sociedade através de ações coletivas e projetos de desenvolvimento rural, mas o êxito destas ações depende do suporte das políticas públicas. Palavras-chave: projeto social, desenvolvimento rural, políticas públicas
The development of agroecology concerns different social actors among which we can highlight producers, scientists, government technicians, researchers, consumers and interested sectors of society, local, state and federal governments, etc. In this sense, the theme of agroecology as a social project for contemporary agriculture and environmental care also contributes to the discussion of agrarian issues associated with innovative solutions to crucial problems related to employment, food sovereignty and preservation of agroecosystems. Agroecology proceeds of intense interactions and dialogues between social actors who play a key role in its social and political legitimacy, supported by practical experiences in ecologically-based farming. This characteristic has boosted both the process of institutionalization and the construction of public policies in agroecology. However, the advance of agroecology is marked by difficulties that compromise its widespread dissemination of this important social practice.. Our research was conducted through participant observation, literature reviews, and interviews with leaders and participation in meetings. In view of this reality the present article aims to describe the emergence and functioning of agroecology in sociotechnical networks. We conclude that the dynamics and functioning of agroecology networks are based on openness to the participation of civil society, the creation of interfaces with a set of institutions of society through collective actions and rural development projects, but it also depends on the support of public policies.
Fichier principal
Vignette du fichier
Abreu et al 2018 Agroecologia em redes SOBER -9382.pdf (892.06 Ko) Télécharger le fichier
Origin Files produced by the author(s)

Dates and versions

hal-03542197 , version 1 (25-01-2022)

Identifiers

  • HAL Id : hal-03542197 , version 1

Cite

Lucimar Santiago de Abreu, Embrapa Meio, Ambiente / Br, Stephane Bellon, Tercia Zavaglia Torres. AGROECOLOGIA EM REDES SÓCIOTÉCNICAS: INOVAÇÃO SOCIAL PARA UM NOVO MODELO DE AGRICULTURA FAMILIAR?. CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, Transformações recentes na agropecuária brasileira: desafios em gestão, inovação, sustentabilidade e inclusão social: anais. Brasília, DF: SOBER, 2018., 2018, Campinas, Brazil. ⟨hal-03542197⟩

Collections

INRAE
7 View
28 Download

Share

Gmail Mastodon Facebook X LinkedIn More